quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

A Vil violência!


A sociedade teme, se isola, se defende e não entende.
De onde vem tanta violência?
-         É preciso tomar providência. Dizem.
-         As autoridades tem que fazer alguma coisa!
-         Alguma coisa! – Pode ser qualquer coisa.
E qualquer coisa pode resultar em coisa alguma.
Tudo que vejo é que a humanidade perde a base do que é humanidade.
Vivemos em sociedade, mas o que é sociedade?
Num bendito dicionário eu encontro um estranho significado: “conjunto de pessoas que vivem numa mesma esfera”. -   Numa mesma esfera!!! É deve ser por causa da força gravitacional, sim, porque cada um é cada um, isto é Democracia, ou seja: “Todo poder emana do povo e por ele será exercido”. E o que é exercido?
-     Ora seja assim...
-     Você tem que ser assim
-     Ninguém mais pensa assim...
-     Você não pode pensar assim...
-     Todo mundo é assim, porque eu não posso ser...
-     Sendo assim, ninguém mais pensa em ser, só em assim’s.
A todo o momento somos bombardeados por idéias e coações alheias ao nosso convívio. O que dizer para um jovem que sente a necessidade de consumo de uma cerveja, ou uma adolescente que sente a necessidade de rebolar e exibir o “Tcham", (não estou falando de moral, até mesmo porque eu não acredito nesta palavra. Moral quer dizer: “obrigações e deveres do cidadão para com seus iguais” como se todos soubessem o que é obrigação, dever e igualdade, dentro de uma sociedade que diz: “- O negócio é levar vantagem em tudo”; “- Se eu fosse político, eu ia  roubá, todos rouba”. Qualquer cidadão estando em circunstâncias favoráveis para agir de tal forma não se sentiria  obrigado á ter a moral de roubar dentro de um dever insano de se  igualar a qualquer outra pessoa.) o melhor é dizer que isto é desperdício de força vital para coisas tão distantes de nós quanto à luz do Sol de ontem. Mas o que há realmente de tão errado com o mundo! Afinal de contas só estamos aproveitando a vida!
Para muitos aproveitar a vida não significa saber o que é realmente viver, basta copiar os modelos que estão ai, e não importa o que isto possa vir a ser, seja prostituir, enganar, corromper, e  corrupção não é apenas uma ação praticada na política, ela esta presente na ação de ofender, de tirar o barato, na agressão verbal que damos tão pouca atenção e cometemos a quase todo momento uns com outros e encaramos como normal tal ação, sem perceber que cada feridinha aberta vem gerando uma mácula em nossas almas, nos tornando insensíveis a tal ponto que só sabemos dizer aquilo que há muito já foi dito, e sem conceito algum, encaramos isso como sendo um conceito e nos acomodamos em manter a vida dentro desses, sem se guiar por pensamentos próprios, deixando o hábito tomar seu lugar até que tal ferida seja aberta pela ação de outrem e não nos damos conta que esta ação poderia ser praticada por nós mesmos, como quando nos acontece algo que consideramos injusto pedimos ajuda da justiça para intervir no que aconteceu, mas quando acontece algo onde se considera estar levando alguma vantagem sempre agimos sozinho.
Um bom exemplo disto é quando alguém tem sua televisão roubada, esta pessoa vê isto como uma injustiça, mas quando alguém oferece à outra pessoa uma televisão por um preço bem inferior ao seu valor, esta pessoa se vê em vantagem e compra o aparelho e ainda tenta se justificar dizendo: - Se eu não compro, vem outro e compra! Ora, a justiça não é via de mão única, ela tem sentido e direção. A direção é sempre a retidão e o sentido está em usar todos os sentidos para chegar ao censo comum. Este por sua vez nunca nos deixa vazio, quando bem equilibrado e sendo fiel aos nossos verdadeiros objetivos, acrescentado o bem humano chegamos ao senso comum de humanidade que há muito não se vê mais nas pessoas que de tão preocupadas com suas ambições não conseguem enxergar a sua vil violência, e acabam aceitando o mundo a sua volta encarando os fatos como sendo rotina diária sem perceber que o mal esta crescendo a sua volta e chegando a germinar em vossos corações, e acaba florescendo na forma verbal. Preocupando-se apenas em isolar da sociedade aqueles que frutificam a violência em suas ações, e numa tentativa insana de sair do vazio deixado pela avareza, todos estão agindo como ladrões, roubando o amor verdadeiro que possa vir há existir em cada um de nós e não adiantará nada pedir auxilio as leis e aceitar que o normal tome o lugar da consciência; pois sempre haverá aqueles que não se contentarão com o normal aflorando a violência que em nossa mente aceitamos, mas gritamos: - Justiça! Justiça! Quando esta violência se torna real.
Precisamos parar de agir como crianças que ficam muito zangadas quando a brincadeira que começamos acaba nos machucando, e começarmos a agir com o verdadeiro sentido da palavra senso (resolver problemas conforme o comum e não somente para si próprio ) para não só termos o direito, mas também darmos o direito a todos de preencher qualquer vazio que possa vir a existir com aquilo que não é vil, mas será fácil ter quando amarmos verdadeiramente uns aos outros:
A paz no interior do nosso eu, e no exterior por todos nós.
PS: -   Eu sei que é roubar e roubam, mas ainda tem mais este assim...(É que as pessoas falam assim) 

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Camisinha? pegue na cantina!!!

         Em 2009 foi anunciada pela imprensa Brasileira a intenção do governo de colocar nas escolas públicas, maquinas para fornecer camisinhas, para falar sobre o tema no Orkut criei este artigo, apesar da ideia não ter sido aprovada a crítica ascende à discussão sobre qual a melhor forma para lhe dar com a liberdade, ao mesmo tempo em que educar os jovens para saber como usufruir dessa liberdade. 
         A crítica ficou interessante e vale a pena ser lida!



         É muito cômodo levar pra casa uma garrafa pet de 2 litros e depois descartá-la num saco de lixo, do que ter que carregar um vasilhame!
         Talvez a juventude de hoje nem saiba direito o que é um vasilhame, mas sabe o que é camisinha!

         É muito cômodo para os pais deixar seus filhos aos cuidados de outras pessoas:

         - Ir pra escola é pra receber educação! É o que dizem.

         Que facilidade não é?

         Afinal os pais de hoje estão sempre tão ocupados que não tem tempo para um dialogo, então esta função foi terceirizada!
         Seja pelo poder público ou privado, o importante hoje em dia é que o jovem tenha informação para não cometer erros em suas vidas!

         Bem apesar de que co-meter até pode desde que seja com responsabilidade, concorda?

         Se você concorda lamento informar, mas a grande verdade é que a humanidade está partindo para um comodismo tamanho que não se enxerga mais os erros (causas) somente os fatos, e de fato se o ato não gerar feto que mal tem, não é verdade?

         Bem já que é assim, por que não liberar o uso de motéis, no período matinal para os adolescentes?

         Afinal o importante é chegar em casa antes das 10:00 da noite!

         É mais ai temos outro problema?

         Se o adolescente não tem dinheiro nem pra camisinha, como ele vai ter para um motel?

         É talvez a solução seja criar uma sala especial nas escolas para que o jovem aprenda na pratica a realizar o coito!

         Ao invés de se fazer bibliotecas deviam fazer então as COITECAS, para que o jovem aprenda por empirismo que tipo de relação ele vai querer ter no futuro.
        
         Também podemos aproveitar e ensinar a todos a pratica do SWING, afinal se os seus pais podem por que desde agora você já pode aprender que tipo de relacionamento íntimo você vai querer?
 
         É e com isso a humanidade acumula cada vez mais hipocrisia, e depois reclama dos resultados, ora será que antes de dar educação sexual não devíamos dar educação sentimental?



         Quantas doenças mentais são geradas por falta de entendimento dos nossos próprios sentimentos, até quando vamos acreditar que a ignorância pode ser combatida apenas com a preguiça de raciocinar sobre o que de fato queremos da vida e de nós mesmos!

         É uma evolução no método de ensino!
        
         Cria-se o desnecessário, ou melhor, se banaliza uma necessidade, não física, mas a necessidade que todos nós sentimos:

         - A necessidade de amar!

         Será que sabemos o suficiente sobre o que somos, sentimos, amamos... E estamos ensinado á amar?

Camisinha!

         Ahh vai lá, é só pegar?
         Será que isto não é banalizar?

         Da forma que está indo vamos acabar banalizando Tudo: o uso de Drogas, a estupidez nas músicas, a brutalidade contra o próximo, a indiferença com a violência, o baixo calão e até mesmo a fonte de vida: o sexo.

         E dizem que isto é educar!
        
         Estamos assim criando um mundo gerado pela opinião do próprio mundo!
         Se um macaco soubesse a diferença entre viver na floresta correndo perigo, tendo que buscar, a cada dia, seu alimento ou viver na mordomia de um zoológico o que você acha que ele escolheria?

         A cada dia estamos buscando mais facilidades, numa total falta de racionalidade, dizemos o que todos nós dizemos, fazemos o que todos nós fazemos, mas se este modelo é perfeito porque nem todos vivem esta perfeição?

         O que é pior felizes no sorriso, infelizes no coração!
         E quanta ilusão acreditar que camisinha é a solução!
         E na família todos dizem:

         - Que horror é a pedofilia, mas o seu pré-púbere pode praticar o sexo com outra criança pré-púbere, desde que use proteção!

         Quanta ilusão achar que isto é evolução!
E o que é pior na educação!
Pense bem... Não é melhor dizer não!
E nós mesmos darmos à educação?
Se não sabe o que dizer é só dizer:
         - Seu sentimento é verdadeiro?
         - não sabe não?

         Então espere, o tempo passa, até uva passa, e então verá que vale mesmo a pena é esperar!


Reflexão há humanidade

A nossa primeira atividade, antes mesmo de acordar, é pensar!

         Este Blog se destina a divulgar “meus pensamentos” a todos que em algum momento buscam entender o mundo e o que acontece. Não tenho aqui a pretensão de ser a consciência de todos, mas busco aqui, lançar mão de idéias simples, para que possamos, assim como ocorrido com nosso conhecimento tecnológico, dar a todos um novo princípio em nosso conhecimento humano. Neste mundo de guerras a melhor guerra que podemos fazer é a guerra por ideais mais claros e objetivos, onde todos possam criar uma nova tecnologia, a tecnologia do pensar, pois pensamento humano é capaz de evoluir de tal forma que ultrapassemos a barreira do som de nossa baixa consciência, como quem vê que à luz, então claridade de nosso conhecimento traga novos pensamentos e novas conclusões. Ultrapassaremos então a barreira da luz de nossa curta existência e conseguiremos entender o porquê de nossa existência no Universo.

         Gostaria de ter a opinião das pessoas para que possa contribuir nesta busca por mais conhecimento e com este evoluir no sentido mais humano, tenho aqui o objetivo de criar a diferença que de certa maneira não se basta em só ser diferente, e sim em buscar constante algo além do que já sabemos.
         No mundo de hoje vivemos com o clichê de nós mesmos, não ousamos e nem criamos nada além do que todos já sabem e nisto estagnamos a existência humana a ser uma mera cópia de outros seres que também só disseram e agiram como cópias de outros. Precisamos caminhar não porque todos caminham e sim porque temos que seguir mais adiante em nosso conhecimento para além do que já sabemos, do que já foi dito e para onde realmente queremos chegar, se em seu âmago pulsa o desejo de sair desta trilha em que todos seguem então lance o olhar para além dessa trilha e veja que por mais longe que pareça o horizonte saiba que ai mesmo onde você está pode ser o começo de um novo mundo. Então vamos refletir sobre nós?

         Vamos refletir sobre o que realmente desejamos por aqueles que se sentem dignos de serem chamados de seres humanos, por suas atitudes e caráter humano, entre tudo e por todos ai está você.

 
Reflexão... Há Humanidade! O blog pra você refletir, resenhar e pensar.